Kitesurf com vento fraco (7 nós – 12 nós)

Tempo de leitura: 3 minutos

Certamente você já ficou na mão em dias de vento fraco. Ficou “esperando o vento entrar” pra poder velejar, inclusive com o kite já montado. Talvez tenha presenciado alguns poucos velejadores na água mesmo com pouco vento.

Evento raro: dia de vento fraco em Cumbuco / CE.

A velocidade do vento ideal para o kitesurf é a partir de 15 nós. Com ventos um pouco mais fracos (entre 10 e 15 nós) ainda é possível velejar com o equipamento certo.

Caso o vento esteja muito fraco, com velocidade menor que 10 nós, praticar kitesurf pode ser um desafio. Nós experimentamos velejar com pouco vento e vamos te mostrar as melhores dicas.

1. Prefira uma superfície flat (lisa)

Em superfícies mais lisas é possível desenvolver maiores velocidades. Isso facilita a flutuação e proporciona maior facilidade pra orçar. Com ventos fracos, velejar em uma superfície mais ondulada é realmente mais difícil, principalmente na hora de orçar.

2. Use um kite grande

Quanto mais fraco o vento, maior deve ser sua pipa. Os kites grandes (entre 15 m² e 18 m²) demoram mais a responder aos comandos, mas irão te salvar naqueles dias de vento fraco. Eles são naturalmente mais lentos e até o water start se torna um pouco mais difícil. Porém, para um velejador experiente, em poucos dias de velejo é possível dominar o controle de um kite maior, fazendo as manobras mais simples (transição, mudança de base e salto).

Velejador em dia de vento fraco na Lagoa de Araruama, Arraial do Cabo / RJ.

Na tabela a seguir você pode consultar o tamanho de kite MÍNIMO necessário de acordo com seu peso e com a velocidade do vento. Lembrando que o ideal é usar um kite de tamanho um pouco maior (+30%) que o indicado na tabela. Um velejador com 70 kg, por exemplo, precisaria usar um Kite de 16 m² e ainda combiná-lo com as outras dicas apresentadas neste artigo (superfície flat, prancha maior, prancha com maior flutuação, etc.).

Prefira modelos com bom desempenho em ventos mais fracos, pois têm maior capacidade de orça e redecolagem. Alguns kites com bom desempenho em vento fraco:

3. Use uma prancha maior

Geralmente, quanto maior a prancha, maior sua flutuação. Não apenas o comprimento, mas a largura também é importante. Uma prancha maior (a partir de 140 cm x 40 cm) facilitará o velejo numa condição de pouco vento.

4. Use uma prancha com maior flutuação

As pranchas bidirecionais são mais populares no kitesurf devido à sua versatilidade. São mais baratas, mais leves, menores e mais fáceis para transportar. Porém, elas possuem menor flutuação se comparado às pranchas unidirecionais (pranchas de race e de wavepor exemplo). Assim, em dias de pouco vento uma prancha unidirecional pode te ajudar.

5. Faça um downwind

Orçar com vento fraco é extremamente difícil e dependendo da velocidade do vento pode ser quase impossível com uma prancha bidirecional. Se o vento não é suficiente pra orçar, talvez ele seja suficiente para fazer um downwind mesmo que tenha que trabalhar bastante o kite para manter a flutuação.

E você, já tentou velejar com vento fraco? Compartilhe suas dicas e dúvidas nos comentários!

Comentários

comentários